28 de agosto de 2013

Revezamento 4×100.

Por Sérgio Ricardo

Um erro
Uma culpa
O desespero
Com destempero
 
O bostão
Foi ao chão
Depois, foi, à contramão
Da razão
 
A medalha
A quem valha
Foi a vala
Sem represália
 
O julgar
Acusar, vulgar
Esteve lá
Para quem quis estar
 
Eu,
Não gostei, claro
Mas aceitei, claro
Só vi e ouvi
 
– Agora escrevo
 
sobre furor, erro e medo
sobre glória, frustação e tentação
sobre acusar e perder,
só por não aceitar o errar.
A RUA GRITA

Volta Negra: a história do negro no Centro de São Paulo

Novo ciclo de caminhadas da Volta Negra começa neste sábado e tem atividades programadas para os próximos dois meses