30 de outubro de 2014

Eu Sou o Outro

Por: Allan Neumann Vaz

O outro se conforma que a vida é como ela é.
Se conforma que a vida não tem forma
O que te forma, imposto aos outros Outros deforma,
Mas se descobrir algo novo; Informa!
Descobrindo-se em outras normas, sem cobrir,
que a vida é como os outros Outros dizem que é, e riem…

E se sufocam
com seus nós nas gargantas…
Com suas gravatas tradicionais,
borboletas ou de palhaços,
O que te encanta?
A fôrma do forno de ideias…
Criatividade para desatar os nós
Vai de cada um e de todos nós

De dentro do forno saem todos os tipos de formas de fôrmas.
O Outro atira com sua arma, poesias para os lado em um sol sem sombra
Mas para ir além do som dos tiros, basta a sua voz para produzir uma bomba.

A RUA GRITA

Os direitos humanos frente à Cracolândia

Por: Isabel Rabelo  Problemas sociais e falta de políticas públicas abrem espaço para violações em … Continuar lendo Os direitos humanos frente à Cracolândia