08 de março de 2015

8 de março: Dia Internacional da Resistência

TCC 020002

 

Por: Talitha Arruda

Acordo com uma flor ao meu lado e um bilhete em papel de pão: “Parabéns. Fui jogar bola. As crianças estão na minha mãe, pegue-as depois. Volto para o almoço. Beijos”. É ele agindo como se tivesse feito seu dever. Hoje não vai ser fácil, pensei.

Não, querido, não me venha com uma rosa ou uma caixa de chocolate. Somos muito mais que um agrado, somos mulheres que lutamos diariamente contra o machismo imposto desde que fomos geradas.

Não, programas televisivos, não gastem audiência mostrando como nós mulheres devemos nos vestir, sentar, comer, falar, agir, viver.

Não, não nos rotule como uma mulher que é uma boa mãe, esposa, nora. Somos muito mais que os limites de um lar e obrigações . Eu, você, somos nosso corpo, nossa alma, nossos desejos e frustrações.

A mídia vai dedicar boa parte do tempo a nós hoje. Vão mostrar nossas conquistas, nossa beleza, nosso charme, nosso jeito padronizado. Porém, enquanto a televisão estiver mostrando a mulher estereotipada, estaremos gritando pelo que ainda muito nos falta, pois nossa luta é constante.

 

 

A RUA GRITA

Os direitos humanos frente à Cracolândia

Por: Isabel Rabelo  Problemas sociais e falta de políticas públicas abrem espaço para violações em … Continuar lendo Os direitos humanos frente à Cracolândia