03 de março de 2015

Navegando em meio ao caos

Por: Garbiel Roemer
Por: Garbiel Roemer

Por: Pedro Alves

Vida calma é foda, minha criatividade até se esconde nesses dias
Sou atormentado e devo seguir assim, pois, assim consigo criar o novo
Pra tentar fugir do caos e me encontrar com o seguinte
Já que calmaria, não me agrada tanto quanto gostaria
Sei que tenho que criar e a criação parte da obrigação de fugir do estado anterior
Se trata de dar um passo, sem garantias de paz, a cada dia inicio uma nova Grande Navegação
Partindo em direção ao horizonte, sem saber o que encontrarei por lá
Se serão lindas terras tropicais, mares revoltados com minha ousadia ou um abismo que me deixa cair
De forma livre, rumo ao nada…
Mas adoro todas essas possibilidades, todas elas me motivam a ir seguindo em um mar sem fim
Decifrando os tormentos que existem em mim, sei que quando eu conseguir cruzar essa linha tão misteriosa chamada horizonte
Alguma resposta encontrarei, mas qual será ela…sinceramente eu não sei.

A RUA GRITA

Volta Negra: a história do negro no Centro de São Paulo

Novo ciclo de caminhadas da Volta Negra começa neste sábado e tem atividades programadas para os próximos dois meses

A RUA GRITA

Últimos 3 dias para ajudar: Cora Primavera vai às ruas!

Criado pela Cia. Nada Pensativo, peça Cora Primavera aborda questões como transfobia e violência contra … Continuar lendo Últimos 3 dias para ajudar: Cora Primavera vai às ruas!