07 de maio de 2015

Passam gerações e o Grajaú segue revelando pesos do rap nacional

Estúdio N-Corp incentiva a cena hip-hop da região promovendo festas e dando oportunidade para novos artistas se apresentarem.

Por Ian Castilho / Fotos: Rafael Prado

Durante o mês de abril, o estúdio N-Corp promoveu duas festas no Grajaú, ambas com cobertura exclusiva da Vaidapé.

A primeira, ‘Mani Festa House 2’, foi realizada dia 11 de abril em uma casa da região. Para animar o rolê, estavam presente os Dj’s Zeme e Crafter, os grupos GrajaH Mc’s, 8/80 e PROCAZ, que apresentaram seu novo cd ”Amor no que faz”, além do grupo de break CIA Classic.

16785139383_13176a778a_z 17217426478_e188ea38ea_z 16785138563_7a67b6e653_z 17379229786_f8e87a0199_z

No dia 25, a boate La Musique foi o palco e ficou por conta do rapper JPA Epycentro trazer seus convidados para agitar a noite. Dentre eles, os Dj’s Crafter e Zeme, o grupo Black Sensei (que participou do Festival do Pé Preto no Grajaú no mês de março), além da grande atração do dia, o rapper Sandrão, do lendário grupo RZO.

Sandrão RZO segurando a quarta edição da Revista Vaidapé.

Segundo Leandro Kaname, produtor da N-Corp, a ideia é que os moradores do Grajaú possam aproveitar a região onde moram para se divertir. Assim o rolê acontece na própria quebrada, evitando o constante deslocamento para outras áreas da cidade.

Veja mais fotos:
17379140526_2742465e73_z 17404779101_4d47c7561c_z 17404777021_3424ea5e10_z 17404757431_d519b4fdbe_z 17404772141_28c7e38bba_z 17217338698_3d909a306c_z 16782630334_b8f385a878_z 17403185202_94b3019214_z

 

 

 

 

 

 

A RUA GRITA

Volta Negra: a história do negro no Centro de São Paulo

Novo ciclo de caminhadas da Volta Negra começa neste sábado e tem atividades programadas para os próximos dois meses