18 de agosto de 2015

Na zona sul, evento reúne iniciativas de mídia livre da periferia de SP


Com shows, oficinas e roda de conversa sobre midialivrismo, o evento uniu diversos coletivos de comunicação na ilha mais ativa da capital paulista


Por Henrique Santana
Fotos: Henrique Santana e Thiago Gabriel

No último sábado (15) a Ilha de Bororé, nas margens da represa Billings, no extremo sul de São Paulo, recebeu o evento Midialivrismo ao Extremo, realizado pela Casa Ecoativa, uma ocupação ecocultural da região. O leque de iniciativas que somaram no rolê foi grande. Do Campo Limpo ao Grajaú, estiveram presentes a Escola de Notícias, Cedeca Interlagos, Instituto Cultural Dandara, Actantes, Lab.E.Periferia em MovimentoGuerrilha GRR, e a Vaidapé.

Leia também: Midialivrismo e poesia: vozes da luta no Grajaú

Além do visual da Ilha, que encanta pelo verde da mata atlântica e a tranquilidade, o que não faltou foi informação. Desde cedo, a Casa da Ecoativa esteve repleta de oficinas sobre Softwer Livre como plataforma de desenvolvimento de edição e um curso de Criptografia voltada para o jornalismo, ministrado pela galera dos Actantes.

15082015-IMG_865115082015-IMG_8646 15082015-IMG_862115082015-IMG_8610

Em seguida, uma roda de conversa entre os coletivos que compuseram o evento discutiu estratégias de mídia livre e fortalecimento das iniciativas, a importância da criação de narrativas periféricas e a representatividade da mulher nos veículos – tanto tradicionais, como alternativos – de comunicação.

Estiveram presentes a meninada do curso “Repórter da Quebrada”, organizado pelo Periferia em Movimento e ue conta com mais de 20 adolescentes de regiões como Parelheiros e Grajaú. Somaram no rolê os integrantes do EcoLab, projeto da Ecoativa que também atua na formação de jovens comunicadores na Ilha de Bororé.

15082015-IMG_861415082015-IMG_8612 15082015-IMG_8693 15082015-IMG_863315082015-IMG_8641

Para fechar a confraternização, não poderia faltar música. E, após a roda de conversa, subiram ao palco Drezz, do Xemalami, Mano Money’s e RobSoul, todos rappers da região.

O evento foi transmitido ao vivo via streaming. Para quem quiser conferir na íntegra o que rolou, o vídeo está disponível neste link.

Para conhecer melhor o projeto da Ecoativa, clique aqui


MAIS FOTOS:


15082015-IMG_868915082015-IMG_8679 15082015-IMG_8609 15082015-IMG_868515082015-IMG_8640
A RUA GRITA

Volta Negra: a história do negro no Centro de São Paulo

Novo ciclo de caminhadas da Volta Negra começa neste sábado e tem atividades programadas para os próximos dois meses

A RUA GRITA

Últimos 3 dias para ajudar: Cora Primavera vai às ruas!

Criado pela Cia. Nada Pensativo, peça Cora Primavera aborda questões como transfobia e violência contra … Continuar lendo Últimos 3 dias para ajudar: Cora Primavera vai às ruas!