25 de agosto de 2015

Obrigado

Obrigado 2Acorda, café, banho e barba
Veste teu paleto uniforme e farda
ônibus, metrô, carro
Troca de insultos, buzina
Sempre atrasado

Frustração, desconto de stress
Bate o cartão no ponto, toda vez

Obrigado
Segue o gado

Almoça, mastiga ate o osso
Fast-food
Chupa ate o caroço
Sem atitude

Volta, teclas, e-mail, café
E a sua vontade de dar no pé?
Dor na vista, coluna,
Todo fudido
Te vendem a doença
Num comprimido

Segue o gado
Obrigado

Na volta
Trombada na rua
Se fuder
Isso nao é vida
Pra Você

O unico remédio
Para sobreviver
é parar com tudo isso e começar a viver

Obrigado
Segue o gado
Segue o gado
Obrigado.

#poema Allan Neumann Vaz
#ilustra Matheus Bagaiolo Raphaelli

A RUA GRITA

Os direitos humanos frente à Cracolândia

Por: Isabel Rabelo  Problemas sociais e falta de políticas públicas abrem espaço para violações em … Continuar lendo Os direitos humanos frente à Cracolândia