17 de agosto de 2015

Pédecultivo

eles eram como uma muda de pé de fruta num vaso
os dois cresceriam, floririam
dariam os mais suculentos frutos
seria assim até o dia
que as raízes não tivessem mais para onde expandir
a terra já não tivesse mais nutrientes
então,
em dado momento,
aos poucos,
e era inevitável,
ele começaria a minguar
e as folhas amareladas secariam
iriam ao chão
até a hora que só sobraria
um pau seco e fino morto
ou, então,
antes disso,
eles poderiam,
enfim,
passar a planta para o chão
e, assim,
ela resistiria
e cresceria
ainda mais
por si só.

Poema Bea Mansano
Ilustra Flávia Siervo

A RUA GRITA

Volta Negra: a história do negro no Centro de São Paulo

Novo ciclo de caminhadas da Volta Negra começa neste sábado e tem atividades programadas para os próximos dois meses

A RUA GRITA

Últimos 3 dias para ajudar: Cora Primavera vai às ruas!

Criado pela Cia. Nada Pensativo, peça Cora Primavera aborda questões como transfobia e violência contra … Continuar lendo Últimos 3 dias para ajudar: Cora Primavera vai às ruas!