20 de março de 2016

Brasil abre pela primeira vez o campeonato mundial de skimboard


De segunda à sábado, o United Skim Tour domina a praia da Sununga, em Ubatuba, no litoral de São Paulo. É a primeira vez que o país abre a competição mundial


Por Gil Reis
Foto em destaque: Lucas Dantas

O skimboard vem ganhando espaço. A cada ano, o número de praticantes da modalidade, que une características de esportes como surf e skate, cresce nos litorais brasileiros. Em 2016, o Brasil é palco de abertura do Campeonato Mundial de Skimboard, United Skim Tour (UST), e recebe a primeira etapa da competição, que acontece entre os dias 21 e 27 de março, na praia da Sununga, em Ubatuba.

IMG_4949
Gabriel Sucena, um dos organizadores do evento – Foto: Pedro Mirili

O Sununga Skim Festival é o principal meio de divulgação do Skimboard no país, trazendo, além da competição, concursos e iniciativas culturais durante toda semana do evento. Há quatro anos o Brasil recebe uma das etapas do mundial, mas é a primeira vez que o campeonato começa aqui, o que evidencia o aumento do número de praticantes nas praias brasileiras.

A praia da Sununga, sede da etapa brasileira, é considerada por Gabriel Sucena, um dos organizadores do evento, o segundo melhor “pico” do skim no mundo. “Não existe praia assim. Uma muito parecida fica na Califórnia, que é a The Wedge”, explica Gabriel.

“A sununga é uma praia de tombo que não tem em outros lugares. A praia é pequena e a onda que bate na pedra volta como uma onda frontal. Já vi pegarem dois tubos em uma onda”, disse, se referindo à manobra do californiano Blair Conklin, que lhe rendeu o título da etapa em 2015.

10666013_786990378082760_7108550929501612233_n
Blair Conklin, que levou o caneco da última etapa brasileira – Foto: Filipe Jannuzzi

Mais ou menos em 2005, após a chegada de alguns cariocas no litoral de Ubatuba, que trouxeram nas mãos pequenas pranchas de madeira, o Skimboard se popularizou na Sununga. Antes, os praticantes do chamado Sonrisal, esporte em que uma pequena prancha arredondada desliza da areia em direção à onda, os moradores tradicionais de Ubatuba se apaixonaram pelo skim.  Depois de muito treinamento, foram reconhecidos  talentos diferenciados naquela praia.

Antes do Skimboard, era comum na região a prática do sonrisal, esporte em que uma pequena prancha arredondada desliza da areia em direção à onda. Foi por volta de 2005, com a chegada de alguns cariocas no litoral de Ubatuba, que o Skimboard se popularizou na Sununga. Os moradores tomaram gosto pelos pequenas pranchas de madeira e, com os anos, os talentos foram se destacando na praia.

12809549_912596468855483_253419971551414406_n
Leandro Azevedo nos trilhos da Sununga – Foto: Lucas Dantas

“Dois moleques começaram a se destacar muito”, lembra Gabriel, se referindo a Leandro Azevedo e Renato Lima, ambos nascidos em Ubatuba.  No começo, a maioria dos campeonatos aconteciam no Rio de Janeiro e no Espírito Santo. Mas com o destaque dos ubatubenses, a cena do skim na Sununga ganhou força.

A praia do litoral paulista tem outros aspectos que fazem dela especial para prática do esporte. Diferentemente do surf, em que o público praticamente não tem contato com os atletas e organizadores, o Skimboard promove uma troca de experiências entre a torcida e o mundo do esporte.

“Os caras pegam a onda do seu lado. Não é igual no surf, que você vê a rebentação lá no fundo. A Sununga é tipo o Maracanãzinho do surf”, acrescenta Gabriel. Essa relação estreita entre organização, público e atletas é uma das características que fazem do skim um esporte tão emocionante.


Quando? De 21 a 27 de março
Onde? Rua Hamílton Prado, 64 – Sununga, Ubatuba – SP
Quanto? Na faixa. É só colar!

A RUA GRITA

Volta Negra: a história do negro no Centro de São Paulo

Novo ciclo de caminhadas da Volta Negra começa neste sábado e tem atividades programadas para os próximos dois meses

A RUA GRITA

Últimos 3 dias para ajudar: Cora Primavera vai às ruas!

Criado pela Cia. Nada Pensativo, peça Cora Primavera aborda questões como transfobia e violência contra … Continuar lendo Últimos 3 dias para ajudar: Cora Primavera vai às ruas!