13 de maio de 2016

Acesse a versão online da Revista Vaidapé #5

A quinta edição da Revista Vaidapé está disponível online.
Veja também os pontos fixos de distribuição



Editorial

A primeira edição da Vaidapé foi lançada há três anos, pouco antes da mobilização contra o aumento das tarifas do transporte público tomar as ruas de todo o país. De lá pra cá, vimos o preço do busão continuar a subir e com ele o desemprego, o lucro dos bancos e a repressão. A história anda com pressa e o globo segue aquecendo.

Quem concentra o maior poder de noticiar a tal da crise, que não é apenas política, não põe na tela todas as cores do país. Por mais que queiram nos tornar invisíveis, resistimos. Cresce a voz das mulheres, a mobilização indígena, o movimento hip-hop, os bailes de favela, a afirmação negra e LGBTT. Na corrida pro futuro temos de saber com quem e, principalmente, porque estamos juntos. Nossas reivindicações não nasceram ontem. A luta das mídias independentes é para criar narrativas que, de fato, contem a nossa história.

Esta publicação, que agora chega à quinta edição, é fruto de uma longa caminhada movida pela sede de mudança. Foi feita com o suor que escorre da insatisfação em ver violências abafadas pelo discurso midiático, pelo teatro político, pelas grandes empresas. Estampar a bandeira do estado de São Paulo, que financia o papel e a tinta dessa revista, é só uma das contradições que a realidade nos impõe. Sabemos que a mesma máquina que distribui migalhas em forma de editais perpetua o massacre contra as personagens que ilustram as páginas a seguir.

Informação não é mercadoria.


Leia a Revista Vaidapé #05

Após um ano sem uma edição impressa, a Vaidapé volta às ruas com cinco mil exemplares, a maior tiragem desde que começamos a imprimir revistas, no final de 2012 . A ideia é que a publicação circule do centro às periferias de São Paulo, ocupe espaços públicos, ruas, praças, encontros, centros culturais, debates, universidades e movimentos sociais.

Se você ainda não conseguiu garantir sua edição nos dois festivais de lançamento, no CEU Butantã e no Calçadão Cultural do Grajaú, agora dá para conferir a versão virtual da revista ou colar em alguns dos pontos de distribuição.


Pegue a sua!

Confira os pontos de distribuição da revista Vaidapé #05


As revistas estão sujeitas a disponibilidade de publicações em cada ponto. Sugerimos que deêm preferência aos pontos fixos, sinalizados com um ícone de livro no mapa, onde se concentram a maior quantidade de exemplares. Recomendamos também que liguem antes de ir buscar a sua revista. Se o ponto mais próximo de sua casa estiver sem revistas, comunique a Vaidapé:

PONTOS FIXOS

Centro Cultural da Juventude – Av. Dep. Emílio Carlos, 3641 – Vila dos Andrades, São Paulo – SP, 02721-200, Brasil

Ação Educativa – Rua Gen. Jardim, 660 – Vila Buarque, São Paulo – SP, 01223-010, Brasil

Centro Cultural do Butantã – Av. Corifeu de Azevedo Marques, 1880/1882 – Jardim Rizzo, São Paulo – SP, 05582-001, Brasil

Casa de Cultura Palhaço Carequinha – R. Prof. Oscár Barreto Filho, 252 – Parque America, São Paulo – SP, 04822-300, Brasil

São Mateus Em Movimento – R. Cônego José Maria Fernandes, 329 – Cidade São Mateus, São Paulo – SP, 03960-040, Brasil

Casa Rizoma – Rua Silva Jardim, 44, baixos – Vila Mathias 11015-021 Santos, Brasil

Facebook: facebook.com/revistavaidape
E-mail: revistavaidape@gmail.com



A RUA GRITA

Um Passinho à Frente, por favor.

Crônica por: Luis Cosme* Fotos: André Zuccolo, Julia Mente e Gil Silva João Doria não anda … Continuar lendo Um Passinho à Frente, por favor.