22 de agosto de 2016

Curta sobre a luta pelo Parque da Fonte terá exibições gratuitas em festival internacional

Da redação
Fotos: Jay Viegas


Filme da Vaidapé sobre a luta pela construção de um parque de utilidade pública em área abandonada no Morro do Querosene, Butantã, ganha exibições em salas de São Paulo.


A Vaidapé, em parceria com a Sujismundo Filmes, apresenta o curta-metragem documental “Peabiru: Um Caminho de Água, Cultura e Querosene”, que revela o valor de um patrimônio histórico e cultural do Morro do Querosene, no distrito do Butantã: o Parque da Fonte do Peabiru.

ASSISTA AO TEASER:

O filme, dirigido por João Miranda, 23, foi selecionado no 27º Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo, na categoria Cinema em Curso, e terá três exibições gratuitas em grandes salas de São Paulo.

11987078_1035403166471967_5857121751777148165_nDatas de exibição:

27/08 – Sábado – 15:00 // Centro Cultural São Paulo (R. Vergueiro, 1000)

31/08 – Quarta – 16:00 // CINUSP  (R. do Anfiteatro, 181, Favo 4, Colméia, Cidade Universitária)

02/09 – Sexta – 15:00 // Museu da Imagem e do Som (Av. Europa, 158)



O LOCAL DO PARQUE


Nas proximidades da Av. Corifeu de Azevedo Marques, está a Vila Pirajussara, mais conhecida como Morro do Querosene. Ali, diversos artistas, músicos, ativistas e pesquisadores se uniram em torno de um propósito: transformar uma área de 39 mil m2, que está abandonada há anos, em um parque ambiental, cultural e educacional, de utilidade pública.

Para além das árvores frutíferas e das três nascentes da região, a área faz parte de uma das rotas que ligavam os Andes ao Oceano Atlântico, utilizada pelos indígenas sul-americanos há mais de um milênio. A cidade de São Paulo amputou os caminhos dos povos antigos, mas a Fonte do Peabiru segue no mesmo lugar, retirando do fundo dos lençóis freáticos uma água limpa que, hoje, escorre para o bueiro. Não à toa, a comunidade do Morro do Querosene se juntou, há mais de uma década, para reivindicar a construção de um parque nos entornos da fonte.

 

12002177_1035403436471940_4319798561004897819_n

SOBRE O FILME


A Vaidapé, em parceria com a Sujismundo Filmes, cobriu grande parte dos eventos realizados em defesa do Parque da Fonte do Peabiru em 2015. Além disso, convidou Cecília Pellegrini, uma das coordenadoras da Associação Cultural Morro do Querosene, para participar do programa de rádio “Vaidapé Na Rua” e contar a história do terreno abandonado e a trajetória de lutas e conquistas da comunidade.

Esse material, além de ser uma fonte de pesquisa para os moradores do bairro, acadêmicos e pessoas que conhecem a região, também servirá de divulgação para os próprios agentes sociais desta luta, que terão, pela primeira vez, um registro de várias ações e depoimentos condensados em um único produto de utilidade pública.

Após a primeira exibição, publicaremos o vídeo em nosso canal do Youtube.

 

A RUA GRITA

Esses marginais

O ar humano, demasiado humano, de Charles Bukowski está presente na obra de autores como … Continuar lendo Esses marginais

A RUA GRITA

O projeto de destruição da vida pública

O Estado é vândalo. Corram. (Anderson França) Por: Ines Bushatsky e João Mostazo* Ilustração: Pedro … Continuar lendo O projeto de destruição da vida pública