27 de abril de 2017

Butantã recebe exposição de fotografia gratuita de aves da Mata Atlântica


Centro cultural do bairro apresenta a exposição até o dia 8. Fotos revelam 10 anos de trabalho de observação das matas paulistanas e de suas aves


da Redação
Fotos: Divulgação

Até o dia 8 de maio, o Centro Cultural do Butantã (CCB) recebe a exposição de fotografias “Jóias da Mata Atlântica”, que apresenta o trabalho de pesquisa do biólogo Guilherme Battistuzo. A mostra tem como objetivo retratar as aves da Mata Atlântica através de um olhar artístico, atentando para a importância da preservação deste bioma que, apesar de muito ameaçado, está presente em 17 estados brasileiros. A entrada é gratuita.

Formado em Ciências Biológicas pela USP e em Fotografia pelo Senac, o pesquisador realizou durante 10 anos um trabalho de observação, com fotos tiradas em diferentes áreas de preservação do estado de São Paulo. Guilherme é adepto da Observação de Aves, prática que tem como objetivo observar e registras espécies em liberdade. O Brasil é o segundo colocado no ranking mundial de países com maior diversidade de aves, com mais de 1900 espécies catalogadas. Na região de Mata Atlântica são pelo menos 620 espécies diferentes.

A Mata Atlântica chegou a ocupar no Brasil uma área de 1,3 milhões de km², porém já perdeu 93% de sua área original por conta da ação humana. No estado de São Paulo, apesar de abrigar o maior centro urbano da América Latina e possuir ampla área destinada ao agronegócio, estão presentes as maiores áreas contínuas de Mata Atlântica do mundo. Algumas das aves retratados no projeto são muito raras e estão presentes apenas no estado de São Paulo.


 

A conscientização sobre a importância e a preservação destes locais é realizada através do resgate fotográfico de Guilherme, revelando a importância da exposição e das obras nela contidas. Para conhecer mais, acesse: www.atlanticforestbrazil.com

Serviço:

Exposição “Jóias da Mata Atlântica”

Data/horário: De segunda à sábado, das 14h às 22h – Até o dia 8 de maio

Local: Centro Cultural do Butantã (CCB)

Endereço: Av. Corifeu de Azevedo Marques, 1882

A RUA GRITA

Volta Negra: a história do negro no Centro de São Paulo

Novo ciclo de caminhadas da Volta Negra começa neste sábado e tem atividades programadas para os próximos dois meses

A RUA GRITA

Últimos 3 dias para ajudar: Cora Primavera vai às ruas!

Criado pela Cia. Nada Pensativo, peça Cora Primavera aborda questões como transfobia e violência contra … Continuar lendo Últimos 3 dias para ajudar: Cora Primavera vai às ruas!

A RUA GRITA

Volta Negra: um caminho da História de São Paulo

A caminhada acontecerá por pontos da cidade como a Praça da Liberdade, a estação Anhangabaú de Metrô e a Praça Antônio Prado. Até o século XIX, esses locais sediavam, respectivamente, a Forca, o Mercado de Escravos e a Igreja da Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos.

A RUA GRITA

Entrevistamos a rapaziada que pixou o tradicional Beco do Batman

Os coletivos PIXOAÇÃO e ARDEPIXO pixaram o internacionalmente conhecido Beco Batman que abriga obras dos … Continuar lendo Entrevistamos a rapaziada que pixou o tradicional Beco do Batman

A RUA GRITA

MINI-DOC | “Sem Saldo”

Sem Saldo é mais do que um documentário feito por estudantes secundaristas de escolas públicas … Continuar lendo MINI-DOC | “Sem Saldo”