04 de agosto de 2017

2DE1 abre janelas contra intolerância e avisa: ‘Mas sem passar pano pra facista’


Com estética inovadora e uma mensagem contra os discursos polarizados, os gêmeos do grupo 2DE1 apresentaram seu disco de estreia, “Transe”, no #VaidapéNaRua


Por: Alan Felipe
Fotos: Alexandre Marin

No dia 29 de maio, o #VaidapéNaRua recebeu nos estúdios da Cidadã FM os gêmeos Fernando e Felipe Soares, do duo 2DE1, que falaram um pouco sobre o álbum Transe, o clipe de Casal 72 e sobre a liberdade na forma de amar, tão presente na música da dupla.

Escute o programa completo no player:

Fernando conta que apesar de serem gêmeos, os dois são bem diferentes. “Eu sou gay, ele é hétero. Eu sou drag queen e ele tem um relacionamento aberto. Os dois ficavam muito diferente em relação ao amor, a como a gente ama, e com todas essas referências a gente resolveu falar”. A partir da vontade de expressar essas diferenças, surgiu o álbum “Transe”.

A proposta do disco era fazer um som sincero que alinhasse musicalmente os dois irmãos. O duo não se prende a rótulos e escuta artistas como Amy Winehouse, Silva, Tulipa Ruiz, The Weekend, Cauby Peixoto e muito mais.

Já as letras da dupla têm uma proposta de enfrentar a ampla polarização. “Não sei se porque a gente tem mais liberdade de falar, mas as pessoas estão saindo mais do armário, no sentido ruim da coisa. Tem muita gente com discurso de ódio como se fosse a coisa mais comum do mundo”, conta Fernando. Felipe deixa bem claro que a proposta da música é “abrir janelas”, mas sem “passar pano pra fascista”.

“Tem muita gente com discurso de ódio como se fosse a coisa mais comum do mundo”

Em parceria com o Selo Freak e a agência AKQA, a banda fez o site Love Window, para que os internautas pudessem escutar a música e ver a foto de outra pessoa escutando ao mesmo tempo, com objetivo de mostrar que “sempre tem alguém que, não importa o que seja, tem algo em comum, nem que seja a nossa música”, explica Fernando. O site ficou no ar durante o período de lançamento do disco.

Outra parceria importante é a banda Mel Azul, que começou quando a dupla estava procurando alguém para produzir o disco e encontrou o grupo que lhes apresentou diversas novas influências. Além disso, o câmera que fez o clipe “Dr. Herman” virou o diretor de fotografia do clipe da 2DE1, “Casal 72”.

Assista o clipe da música “Casal 72”:

“É um clipe que traz toda essa pegada do casal 72, que é um casal que tá no fim de uma relação, o amor não acabou e ainda existe. Trazer um ambiente onde tudo fosse meio pontiagudo e machucasse. Então o clipe é cheio de objetos cortantes e que machucam “ detalha Fernando.

Outra coisa que o Mel Azul e o 2DE1 dividem são os palcos. A dupla, que é de Santos, está conhecendo a cena independente paulistana, mas dizem que “a galera tá sendo receptiva”.

Por fim, a dupla não poderia sair sem contar a primeira vez que participaram da televisão: “Como bons jovens que almejavam alguma coisa com música, a gente foi lá tentar um espacinho no programa de Calouros do Raul Gil”, conta Fernando. “A gente ficou um tempinho lá, passando as etapas, foi um momento divertido da vida. Foi uma escola boa de conhecer esse lado da televisão e tudo o mais”, finaliza.

Para acompanhar a agenda e os próximos vídeos que o duo prometeu lançar é só acompanhar o Facebook da 2DE1.

Vaidapé na Rua é transmitido ao vivo toda segunda-feira, às 20h, pela Rádio Cidadã FM. Na região do Butantã, o público pode acompanhar o programa sintonizando 87,5 FM e, no mundo inteiro, através do site da rádioAcompanhe também a transmissão #aovivo pela página da Vaidapé no Facebook

Música, debate e Vaidapé!

A RUA GRITA

A prefeitura de São Paulo está travando uma guerra contra as mulheres

Organizações de mulheres se manifestaram nessa quinta-feira (11) contra a gestão do prefeito João Dória … Continuar lendo A prefeitura de São Paulo está travando uma guerra contra as mulheres

A RUA GRITA

Liberdade

Por: Pedro Alves Fotos: André Zuccolo Trinta e um de julho, teatro municipal de São … Continuar lendo Liberdade