11 de janeiro de 2018

Entenda a exposição de pixadores que afronta o programa “Cidade Linda” de João Doria


Por: Iuri Salles
Imagens: Jay Viegas e Paula Serra
Edição: Jay Viegas


O Butantã recebe a exposição “Cidade Linda” realizada por diversos pixadores e grafiteiros no espaço de arte e cultura SUB. A ideia da exposição é trazer artistas que já possuem uma caminhada nas ruas para dentro das galerias de artes. A maioria dos artistas presentes na mostra são estreantes, quando se trata de apresentar seus trabalhos num espaço de arte mais formal.

Os pixadores e grafiteiros que foram selecionados para expor seus trabalhos são oriundos do rolê transgressor, do pixo ilegal. O nome da exposição “Cidade Linda” foi estratégico, segundo os pixadores o objetivo é pegar rabeira na popularidade da campanha da Prefeitura de São Paulo que leva o mesmo nome. “Ele [João Dória] utilizou um movimento que tem peso e história que é a pixação pra promover o programa dele, a gente só fez a mesma coisa” contou Bruno Rodrigues.

Além de apresentar novos artistas a exposição é uma ótima oportunidade para entender melhor o mundo da pixação e tudo que cerca o universo da arte ilegal. Você vai encontrar textos, quadros, fotos, objetos encontrados durante as pixações e várias representações do que é a pixação, tudo produzido por quem de fato está foscando tudo nas ruas sem amor de São Paulo.

A mostra vai até o feriado de São Paulo dia 25 de janeiro, a SUB fica na Rua Padre Justino, 672, Morro do Querosene, Butantã. Os trabalhos são dos artistas: Telas Gel, Felipe Nunes Elemento, Fabio Vieira Fotorua, Bruno Rodrigues, Ricardo Capim, W. Santiago Friday 13*, Thatá Allcity, Tali, Marcelo Lins Xuim, João Carlos JC, Guilherme Guillis, Bizzar, M.I.A, Riscos Urbanos, Biofa, Humanos, Enepe Naipe.

Fundado em 2014, o espaço de arte e cultura SUB vem desenvolvendo e apoiando diversos projetos artísticos como: oficinas, intercâmbios, residências, imersões, feiras de arte, entre outras experiências multidisciplinares que buscam explorar novas linguagens contemporâneas e projetos inovadores.

A RUA GRITA

Como Dória pode legislar sobre o que é lindo?

Por: Gabriel Kerhart É possível legislar sobre o belo? Talvez um professor de estética consiga … Continuar lendo Como Dória pode legislar sobre o que é lindo?

A RUA GRITA

Em família: a resistência LGBT na periferia da zona sul

“Há momentos de tristeza, mas há momentos de alegria também. Ninguém é 100% uma coisa. … Continuar lendo Em família: a resistência LGBT na periferia da zona sul

A RUA GRITA

Como o hospital da USP ficou à beira do abandono

Faculdade que gerencia o hospital alega falta de recursos. Coletivos e população lutam para que … Continuar lendo Como o hospital da USP ficou à beira do abandono